Dois curta-metragens que marcaram minha infância

curtra-metragens-infancia-blog-anonimo-provisorio-2017

Minha infância foi muito influenciada pela TV Cultura, único canal que mainha me deixava assistir porque julgava os desenhos dos outros canais inapropriados e violentos pra mim. Eu nem reclamava e adorava toda a programação. Chegava em casa, fazia minhas atividades e ia correndo pro pé da tevê assistir tudo até chegar o Sem Censura da Leda Nagle que passa até hoje, haha. (Só que como eu escrevi esse post 9 meses atrás, infelizmente a Leda não é mais a apresentadora do programa. Sim, uma gestação pra liberar o post. Não me julguem!).

Durante algum tempo, o que dominava os intervalos comerciais eram os curta-metragens. Como a tevê daqui é uma filial (a TVE), eu não sei se os curtas passavam em todo o Brasil, então separei alguns que marcaram minha infância e que eu adorava assistir. Na busca por eles, assisti novamente e matei a saudade ♥

Que Horas São? – (dir. André Pellenz, 2007)

César, um garoto que vive numa pequena cidade onde ninguém mais sabe que horas são, por causa de um forte temporal que danificou relógios e telefones.

É o último dia do ano, e para rever Luiza, a primeira paixão de sua vida, César precisa descobrir as horas para salvar a festa de Ano-Novo. Ele descobre como fazer um relógio de sol, para ajustar um velho despertador, único relógio mecânico com chances de ser consertado. E luta justamente contra aquilo que quer medir – o tempo.

Quem quiser assistir, aqui está o curta completo.

Maré Capoeira – (dir. Paola Barreto Leblanc , 2005)

Maré é o apelido de João, um menino de dez anos que sonha seguir o exemplo do pai e ser mestre de capoeira, dando continuidade a uma tradição familiar que atravessa várias gerações. Um filme de amor e guerra.

O curta metragem está disponível no site Porta Curtas com todas as informações de elenco, roteiro e ficha técnica. Assista aqui.

Existiam outros, inclusive tem um que eu me lembro de algumas cenas mas, infelizmente não consegui lembrar o suficiente pra achá-lo. Esses foram o que eu consegui encontrar.

Quem acompanha o blog a algum tempo sabe que eu já fiz um curso free de cinema, numa biblioteca, em que o foco eram os curtas, inclusive no final do curso seria apresentado como trabalho de conclusão um curta metragem, só que por azar do destino, foi o ano da copa e depois da copa o curso não voltou. Mas meu desejo de produzir um curta nunca acabou. Quem sabe um dia, não é mesmo?

P.S.: Já viram a minha lista 101 coisas para fazer em 1001 dias? Dei uma atualizada linda por lá!

O Guia de sobrevivência ao Carnaval

Quero contar uma novidade: fui aceita no grupo Rotaroots e estou começando na blogagem coletiva hoje! Isso não é demais? O assunto que eu escolhi foi esse porque eu não gosto de carnaval (nada contra a quem gosta, viu?) e Guia de Sobrevivência é o título mais correto para o que eu tento quando essa semana chega. E a cidade que eu moro ajuda bastante (a piorar as coisas) quando o assunto é carnaval! Que beleza não é?
Imagem: via

Viajar Sempre que dá, a saída é viajar. Já resolve todos os problemas: apesar de não morar tão perto do centro, o carnaval aqui de Salvador atinge todos os lugares. O barulho das pessoas saindo e chegando do carnaval é super chato. Só o fato de estar longe de tudo isso é um alívio! Principalmente se a viagem for pra um lugar totalmente nature.

Imagem: via
Maratona de filmes – Na televisão a cobertura 24 horas é de quem? Do carnaval! E passa algo além disso, das novelas e dos jornais que também falam do carnaval? Não! A solução é com certeza assistir a maior quantidade de filmes possíveis, é ótimo também pra colocar as séries em dia. Belezura!

Imagem: via
Dormir! – Tudo bem que não resolve todos os problemas, mas é bão né? Principalmente se você tá num lugar calminho, longe de tudo. Yay ♥
Imagem: via
Maratona de Leitura  Pra quem gosta de ler, esta é uma boa maneira também de sobreviver ao carnaval. A possibilidade de viajar pra outros lugares através da leitura é mágica!
 …
Minhas dicas de sobrevivência são bem por lado cult né? Percebi depois de terminar, hehe. Espero que gostem, fiquem super a vontade pra me contar o que acharam nos coments. 
E já que o post de hoje é uma novidade, quero contar outra novidade: eu fiz a pesquisa de público 2015 (é fevereiro, mas nunca é tarde) pensando em vocês, pra tornar as coisas por aqui bem melhores, é só clicar aqui. Vou ficar muito grata com as respostas!
Beijo, boa semana!
Este post faz parte da blogagem coletiva Rotaroots

Paulo no século 21? Não, pera.

 
Se Paulo vivesse no século 21? Como seria sua vida e todos os acontecimentos que lhe ocorreram? Esta é a proposta do filme Meu nome é Paulo, contar toda a história numa perspectiva mais atual. Eu fiquei sabendo pelo compartilhamento da Ray no facebook. Fiquei bastante curiosa e óbvio, tinha que compartilhar aqui. Saber que a produção do filme foi feita por cristãos me faz pensar se esse filme não vai ter aquela “abordagem criativa” citada em Noé, vejam aqui, ou vai ter o roteiro mais fiel a bíblia? É esperar pra ver! A estréia aqui no Brasil está prevista para o dia 12 de março! Trailer aqui.
O que vocês acham? Quero opiniões!

Info:
website

Para 2015: Acampamento no cinema, já!

São tantos filmes que estou roendo os cotocos dos dedos de ansiedade pra ver (muitos deles só saem no finalzinho do ano, ai não sei se aguento), que eu resolvi separar pra vocês uma lista com os filmes que eu quero muito assistir e que vão lançar esse ano. Você pode trazer uma pipoca cá pertinho, porque os filmes são ótimos!

Star Wars – O Despertar da Força

Eu tenho que contar um segredo: Eu nunca assisti um filme sequer da série (não me julguem), mas eu sempre tive uma curiosidade imensa e uma admiração grande por toda essa coisa que eu nunca entendi. É tanta a curiosidade e respeito que eu vou assistir todos os filmes anteriores e me informar de tudo a respeito da série antes de assistir O Despertar da Força. É uma espécie de dedicação já que eu tenho o ano inteiro pra saber de tudo, né? Trailer aqui.

Peanuts 

snoopy-e-charlie-brown-peanuts-o-filme.jpg
Meu amor por Peanuts cresceu ano passado quando eu descobri um livro de tiras na biblioteca da escola(esse aqui). Eu conhecia o Snoop porque sempre o via nas linhas de higiene infantil no super mercado quando era criança (vocês já devem perceber que eu sou meio atrasada com a coisa toda de clássicos da infância das pessoas não é? hehe). A novidade me fez imensamente feliz e aguardo muito ansiosa pra ver mais dessas crianças tão fofas tagarelando sobre a vida. Trailer aqui.

A Teoria de Tudo

Hawking é um homem admirável e saber um pouco da sua história não apenas como cientista, é um presente. Muitos podem achar isso o maior saco, mas eu acho super interessante. E pesquisando sobre o filme, descobri que é inspirado num livro que foi escrito por sua esposa. Com certeza eu vou lê-lo antes de assistir o filme! Trailer aqui.

Corações de Ferro

Qualquer coisa relacionada ás guerras mundiais despertam a minha curiosidade. É um assunto tão presente no cinema que nem surpreende tanto assim, mas não custa dar uma chance para o que esse filme tem a mostrar. Vamos ver se será capaz de me envolver tanto quanto alguns anteriores. Trailer aqui.

O Pequeno Príncipe

Como assim eu me esqueci deste filme? Eu também quase caí da cadeira quando soube. Ainda não li o livro (desde o primeiro dia que vi o livro me apaixonei pela capa e pelas resenhas, é tipo obrigação ler), mas com certeza, antes de assistir o filme, lerei <3. Trailer aqui (em francês).
Este ano pretendo assistir mais filmes. É um objetivo. E quais são as apostas de vocês no cinema para este ano? Vou amar saber mais dicas de vocês!

Do You Believe?

Dica bacana pra quem tá afim de ficar com dor no estômago de ansiedade por um novo filme. Tá, exagereiDo You Believe? será lançado entre março e maio de 2015, lá nos Estados Unidos. Acho que tenho que afiar meu inglês pra assistir esses inúmeros filmes que nunca são lançados aqui. Fiz um post sobre isso anteriormente, vem conferir. Eu fiquei animada com o trailer, mas confesso que a forte representação da cruz me deixou ainda mais curiosa.
Eu tenho que falar da trilha sonora, que é de umas das bandas que tanto gosto: Newsboys. Vocês podem escutar aqui.

Contem o que acharam!

Info:
Website

Êxodo – Deuses e Reis

Os filmes inspirados em histórias da Bíblia estão em alta. Mesmo que não sejam totalmente fiéis ao original, é um bom motivo para comemorar. Não é sempre que temos a oportunidade de ver um filme que fale um pouco dos ideais cristãos. E quando descobri Êxodo, logo pensei em compartilhar com vocês:
O filme tem estréia prevista para 25 de dezembro. Eu quero muito assistir, pra saber se a história será fiel á bíblia, ou se será uma abordagem criativa como foi Noé. A fotografia e a trilha sonora do filme me deixaram curiosa, gostei bastante. O que vocês acham? É um bom filme para assistir no cinema?
Info:

TOP5: Lança aqui no Brasil também!

Eu já percebi que a indústria de filmes evangélicos nos Estados Unidos é ENORME. E pouquíssimos filmes são lançados no Brasil. Isso é decepcionante. Recentemente o filme Deus não está morto (que eu ainda não assisti, vejam o post aqui) foi sucesso de bilheteria. Acho que o cinema no Brasil seria muito mais rico se tivessem mais filmes evangélicos em cartaz. Com isso, eu resolvi separar filmes que já foram lançados e que poderiam sim, ser lançados aqui. Vem ver se não tenho razão:

Mom’s Night Out (dir. The Erwim Brothers, 2014)
Alysson, uma mulher casada e cansada da rotina de dona de casa, quer uma noite de diversão, enquanto o marido assume o controle da casa, enquanto estiver fora com algumas amigas. O que poderia dar errado? Veja o trailer
When The Game Stands Tall (Quando o jogo está alto, dir. Thomas Carter, 2014)
Um grupo de atletas aprendendo com seu treinador. Mas não é um filme sobre esportes. Não é um filme sobre a vitória. É tudo sobre crescimento, perdão, compromisso, irmandade. É sobre estar de pé, quando o mundo te colocar no chão. Veja o trailer aqui.
The Song (A música, dir. Richard Ramsey, 2014)
Jed e Rose são o casal perfeito. Mas a vida de Jed não era totalmente perfeita. Na tentativa de se livrar da sombra do pai, que fora um grande cantor de sucesso, ele compõe uma música que o leva para o estrelato. É na tentativa de consertar sua vida que tudo acaba desmoronando. Uma coisa interessante é que o filme é baseado na vida de Salomão.Veja o trailer.
Unstoppable (Irrefreável, dir. Kirk Cameron, 2013)
Um filme do diretor e também ator Kirk Cameron (mais famoso com a trilogia Deixados para trás). O filme retrata sua própria história de vida cristã. Para que esse filme nascesse houveram uma série de problemas e polêmicas, que mesmo assim não conseguiram impedir seu lançamento. A história tem como principal ponto, a opinião forte do Kirk sobre os princípios bíblicos no mundo atual. Esta resenha explica melhor o que estou falando. Veja o trailer.
King’s Faith (A fé do Rei, dir. Nicholas DiBella, 2013)
Brendan tem um passado de que não se orgulha, e quer mudança, por isso vai em busca dela. Mas mesmo que eu queira deixar seu passado, seu passado não o quer deixar. O drama da história está na luta para mudar sua vida por completo. Veja o trailer.
Bom, quero deixar claro que eu nunca assisti nenhum destes filmes, mas tenho vontade. Se eu assistir qualquer um destes, ou todos, vou trazer a minha opinião e atualizar este post, ok? Se você já assistiu, ou tem algum filme que deseja ver nos cinemas brasileiros, deixe nos comentários!