Musicolove 2016 #2

blog-anonimo-provisorio-musicolove-6-2016-divulgaçãoOlá minha gente! Cheguei para atualizar-lhes dos meus queridos grudes musicais desse trimestre que se encerrou. Eu continuo escutando os discos do post anterior mas também conheci muita coisa legal e quero que vocês conheçam também.

Já quero adiantar que esse musicolove está cheio de amor, significado e poesia. Eu estou numa vibe musical muito gostosa. Nunca escutei músicas tão calmas quanto agora e tem me feito um bem danado. Antigamente eu não gostava, achava chato. Hoje em dia tenho gostado. É aí que a gente percebe que muda mesmo com o tempo. Vamos lá!

blog-anonimo-provisorio-musicolove-6-2016

Marcos Almeida – Sê Valente, 2016 –  Marcos Almeida é dos meus cantores favoritos nacionais. E todo este gosto tem uma história que eu conto aqui. Mesmo que o Marcos tenha dado uma pausa com a Palavrantiga eu continuo acompanhando o lindo trabalho dele. Quando essa música surgiu, me tocou muito e eu passei dias escutando ela repetidamente. Vou amar essa música pra sempre! Escute aqui.

Igreja Monte Sião – Meu lugar é aqui, 2015 – Esse é daqueles álbuns que você ama primeiro uma música, não dá nada pelo disco e quando para pra escutar só consegue pensar: como assim eu vivi sem isso a vida inteira? É o primeiro álbum da igreja Monte Sião (que eu conheci através do Teófilo Hayashi e seu Movimento Dunamis) e tô simplesmente amando. É o que eu tenho escutado todos os dias. As letras são carregadas de significado e adoração. Escute a playlist do disco inteiro aqui.

Guilherme Scardini – Eu vim do Céu, 2014 – Bem, vou confessar: a única música do Guilherme que eu conheço é essa. Eu ainda não escutei o Varandeiro inteiro (sorry!). Gente, eu ouvi essa música pela primeira vez num cover do Simonami (já falei sobre eles aqui no blog também) com o próprio Guilherme e eu chorei ouvindo. É um acalento no coração! Escute aqui: cover com Simonami, versão original.

Daniel Lüdtke – Mais alto, mais profundo, 2016 – Sabe quando você tá de boas em casa com a tevê ligada aí toca uma música e de num sobressalto você precisa descobrir que música é esta e tenta de todo jeito digitar o trecho da música no youtube pra encontrar? Assim mesmo, sem nem lembrar de respirar! É, acontece comigo sempre e eu me apaixonei à primeira escuta por essa música. É mais uma dessas que são poesia do início ao fim. O disco completo é mara, mas eu escutei somente uma vez então estou falando daquela que mais gostei ♥ Escute aqui.

Bônus:

Se tem uma coisa que eu adoro é montar playlist no spotify. Eu fiz uma que tenho escutado bastante e é maravilhosa pra indicar aqui como parte desse musicolove. Se quiser me seguir, eu sou @euludimilaagatha por lá. O nome é “Pra escutar GRITANO” porque eu amo todas as músicas e canto com força quando escuto:

Repararam que o musicolove dessa vez veio totalmente nacional (salva uma única em inglês na playlist do spotify, hehe)? Tenho gostado muito de escutar músicas nacionais. E você? Lembra das músicas que mais escutou no último trimestre? Conta aqui pra mim! Grande beijo!

Musicolove 2016 #1

Tá tendo comeback do #musicolove também. Pra quem não conhece, vem cá que te conto tudinho! Eu mudei algumas coisas nas regras e agora ao invés de postar a cada dois meses, postarei a cada três meses. Como março já deu tchau, vou atualizar-lhes sobre o que eu andei escutando ultimamente.

blog-anonimo-provisorio-musicolove-3-2016-2

Mali – Mali is…, 2014 – Se tem uma pessoa perfeita pra descobrir outras pessoas é Kirk Franklin. A discografia dele é re-che-a-da de feats maravilhosos. Foi através de um desses feats que conheci o Mali. Gente, o feat dele no disco com o Kirk não mostra nadinha do que ele realmente é musicalmente. Eu sou apaixonada por esse disco e já passei vários dias inteiros escutando ele no repeat sem o menor sacrifício. Escutando o feat e depois o álbum pelo youtube ou pelo spotify, percebe-se a diferença de proposta musical que o Mali se encaixa facilmente.

Mandisa – Overcomer, 2013 – Conheci Mandisa num feat de uma música de Toby Mac e advinha quem? Kirk Franklin! Confere aqui a música. Depois de buscar conhecer sua música e também sua história, passei a gostar ainda mais. Esse mês eu estava com saudades de algumas músicas que escutava antigamente e lembrei de Mandisa que estava escondidinha na minha memória musical. Baixei o disco e vou te contar, eu nunca seria capaz de enjoar desta voz. Escute o álbum pelo spotify aqui.

Citizens & Saints, Joy the Triumph, 2014 – Conheci a banda escutando a playlist Hipster da Mari Raugust (que sempre tem bandas boas pra indicar). Agora é minha banda favorita atual. A primeira música que eu escutei foi You Bought me back to life e o teclado me lembrou muito algumas músicas da banda The Who, que são soundtracks de CSI e agora eu vejo que foi uma lembrança totalmente nada a ver, né. Talvez seja saudade de assistir a série. Hoje eu vejo que a banda é diferente de tudo o que eu já vi e isso é simplesmente maravilhoso, porque eu adoro encontrar bandas originais. Se me perguntarem qual música do disco é minha favorita, eu respondo: o álbum inteiro! Escute o álbum pelo spotify, aqui.

Acho que por minhas escolhas é perceptível que eu gosto -mesmo- de estilos diferentes e gosto de álbuns inteiros também. Quais foram os sons favoritos de vocês ultimamente? Contem, que cá estou curiosa para saber!

musicolove: Os grudes de Março e Abril [4/15]

Quem é vivo sempre aparece. Gente, deixe eu confessar logo aqui, estou sem inspiração, aí juntou: falta de inspiração + um baita de um seminário na escola + um evento na igreja, resultado: muitos dias sem dar as caras. Vocês já devem estar carequinhas de saber que eu não gosto de sumir, mas é a vida. Sem mais, vamos ao que interessa, porque a intenção do musicolove é deixar vocês com grudes de amor por música nova assim como eu fico. Néah?

 

Capital Kings – Capital Kings, 2013: Eu tenho escutado muito música nessa vibe mais eletrônica. E é mais pra manter o ritmo quando bate aquele desânimo. Conheci eles através de um feat com a Britt Nicole (não conhece? diga oi e prazer à Britt), pensa no amor que tive por essa dupla, eles são demais!
Músicas favoritas: Todas, mas escuta I Feel so AliveBe thereTell me e As Belong as One – remix (ah, o remix é massa ♥).
Eu sou livre – Jane Gonçalves, 2014: Mais um trabalho produzido pela Daniela Araújo que eu amo muito pouco. E detalhe, a Jane é prima do Leonardo Gonçalves (não conhece? Não é possível! Seja impactado por essa voz agora!). A voz da Jane é doce, me conquistou, as letras são maravilindas e a inspiração no Eterno é totalmente perceptível.
Músicas favoritas: Meu Amado, Salmo 84, Guarda-me.

artworks-000011231010-but6qb-original.jpg

Mais um dia, Livres, 2011: Eu tenho um segredo pra contar sobre a minha relação com o Livres: eu tinha preconceito porque eles fizeram uma versão de Me ama diferente, consequentemente achei que eles faziam somente versões diferenciadas e cadê que eu ia comprovar? Mas semanas atrás eu fui escutar esse cd e existem sim, músicas próprias lindíssimas. Não é que agora eu até gosto da versão diferente de Me ama? Já estou ansiosa pelo disco novo \o
Músicas Favoritas: Todas, mas escuta Mais um dia, Quando o mundo cai ao meu redor, Em outro Lugar e Uma vida inteira.
God’s not Dead- Newsboys, 2011: eu já conhecia as músicas, mas através de outro ministério, o ministério Sing Love (aqui o EP com as versões). Aí como eu gosto muito do antigo DC Talk e o Michael Tait agora é do Newsboys fui conhecer a banda. Amor, muito amor, é o que tenho a sentir sobre esse disco.
Músicas favoritas: Todas, mas escuta The King is Coming, God’s not Dead (Like a Lion), Your Love Never Fails e Revelation Song (sem palavras pra descrever meu amor por essa música ♥).
Kingdom Glory – Ryan Ellis, 2015: O que dizer dessa voz que encontrei por conta própria (me orgulho disso) e viciei no primeiro instante? Ele não é conhecido, está começando a gravar músicas aos poucos e já podemos ver muitos feats espalhados pelo youtube. Quando escutei Kingdom Glory eu pensei: mas gente, que letra linda! Já amo, já quero o cd, vamos lá, como consigo? Ôh Ryan, deixe-me saber mais sobre você. Achei o EP e desde então tenho escutado todos os dias sem exceção e sem medo de enjoar (o que não vai acontecer tão cedo). O EP é ótimo!
Músicas favoritas: Kingdom Glory (olha a versão acústica também!), I know I need You, e This Feeling, uma pena que não encontrei no youtube pra mostrar pra vocês 😦
Science Fiction – Jonatham Thulim, 2015: Sabe quando você ama o primeiro álbum de alguém e coloca tanta expectativa pro segundo ser igualmente ou ainda mais fabuloso e na maioria das vezes dá ruim? Pois com o Jonatham Thulim foi ao contrário, deu super bom! Eita álbum bom, escuto #tododiaever! Sem contar que os álbuns dele são cheios de feat e aí a dose de felicidade e satisfação é em dobro por conhecer gente nova, yay! Se você não conhece o primeiro álbum, eu te aconselho a escutar também, viu?
Músicas favoritas: todas, mas escuta Jekyll and Hyde, Compass e Hat Trick.
Bonus: O single “Vou para o Alvo” do DJPV com feat. do André e Felipe também é um grude. Cês não sabem a minha ansiedade pro Som da Liberdade 2.0. Aguenta coração!
 
A empolgação é tanta que eu já falei demais, hahaha. Então, me conta o que achou das minhas dicas e o que tá achando do projeto musicolove. Um bêjo!
Por um mundo com mais compartilhamento de música sem ciúmes ♥

10 músicas que eu gostaria de ter gravado | Rotaroots

Este tema é muito legal e quando eu vi no Rotaroots de março, já resolvi fazer. Tem muitas músicas que eu simplesmente amo cantar e com certeza gostaria de ter gravado (só não sei se teria resistência vocal pra isso né, mas ok). Depois de muito pensar ~gente, é difícil chegar a uma conclusão de 10 músicas!~, cheguei ao final desta lista que é cheia de músicas difíceis e com letras absolutamente lindas:

1: In Christ Alone


2: Amazing Grace
São tantas versões linda que é impossível escolher uma. Encontrei essa aqui que nunca tinha escutado antes e gosto dessa versão do Il Divo que está linda também.

3- His Glory Appears (Age to Age)

4- I was here
Mas gente, a Beyoncé arrasa nessa música e a letra é muito bonita também. Gosto!


5- Oh Happy Day

6- Oceans


7- Sinking Deep

8- De Deus
9- Veranizar

10- How He Loves


Todas as músicas que eu escolhi, tem todo o meu amor. São tão lindas ♥
Enfim, espero que tenham gostado e pra deixar registrado que eu cumpri a promessa, aqui está o post Kary! Beijinhos e uma linda semana pra todos!

musicolove: tag nova cheia de amô procês!

 

Eu já estava querendo fazer uma coisa diferente com a tag de música. Dar uma cara diferente, fazer alguma coisa que eu nunca tenha visto em lugar algum. Anotando ideias na agenda, eu segui, deixando a coisa meio de lado.
Depois que a Camila lançou sua tag “bibliolove“, minha inspiração estava completa (obrigada Camila, você sempre um amor de pessoa ♥). Então pra quê esperar mais? Tecnicamente, por enquanto a tag vai funcionar assim:
  • A cada dois meses vou compartilhar o que tem sido meu grude musical.
  • De surpresa, vou liberar umas listas de determinado estilo musical, ao invés de playlists.


Gostou? Pois então. Eu nunca vi nada parecido e espero que vocês recebam bem minha ideia. Fiquem a vontade pra comentar o que vocês estão achando disso tudo, ok? Vamolá!

Janeiro e Fevereiro:
Brutal Romantic- Brooke Fraser, 2014: Este disco é totalmente diferente de tudo o que a Brooke já fez. Ela que tinha uma pegada sonora mais leve e acústica, revelou um pouco mais da sua identidade nas melodias e letras de muita expressão de opinião.
Músicas favoritas: Todas! Escutem Kings & Queens e Magical Machine.
gabriella-rocha1.jpg
Pra onde Iremos? –  Gabriela Rocha, 2014: O segundo disco da Gabi, na verdade é o primeiro que eu escuto. Minha curiosidade a respeito da produção da Daniela Araújo foi também um dos motivos que me fizeram querer escutá-lo. Fiquei apaixonada por cada letra de cada música, totalmente edificante.
Músicas favoritas: Todas! Mas escutem Pra onde Iremos?, Creio em TiNossa canção.
Give in (remix) – Lecrae feat. Crystal Nicole, 2014: Esta música me viciou de um jeito que eu cheguei a escutá-la durante dias inteiros. Um grude total! Nunca tinha escutado a original e fazendo este post acabei escutando outro remix. Não deu outra, o remix do JPrince é o meu preferido (desculpa X-Ray). Se você quiser entender o que eu tô falando, vem escutar as versões: Remix JPrinceRemix X-Ray –  Versão Original
Dive – Tycho, 2011: A minha primeira experiência com o estilo musical ambient foi com o Tycho. E minha reação foi: Gente, mas o que é isso? É perfeito pra escutar fazendo nada e pra dormir também. Com certeza eu vou investir mais meus ouvidos neste estilo e nos álbuns do Tycho. Sem falar que a arte das capas também são um amor a parte, lindas de viver!
Músicas favoritas: todas, mas em especial A walk, Epigram, Elegy, Dive, Daydream.
Fix in My Eyes (single) – For King of Country, 2014: A primeira vez que escutei esta música numa versão ao vivo foi uma sensação maravilhosa. Ela grudou na minha mente e no meu coração. O trabalho deles tem todo o meu amor e tenho escutado bastante. O disco Crave também é ótimo e eu estou muito ansiosa pra ter todos os discos de sua ainda pequena discografia em mãos. Escute o single aqui. Eu sempre me pego cantando:
I fix my eyes on YOU…
 
 
Royal Tailor –  Royal Tailor, 2013: Eis aqui, um álbum capaz de ganhar meus ouvidos todo o santo dia! É tipo sagrado (pelo menos até enquanto eu não enjoar!) escutar esse disco todos os dias. É bom demais! O som deles é bem característico, original, e não sei se é impressão minha, mas o Tauren Wells -vocalista-, tem umas influências do Michael Jackson.
Músicas favoritas: O disco inteiro. Mas escuta Got That fire, Original, Ready Set Go e Figh for Freedom (Let the Walls Fall).
Vocês devem ter reparado que eu amo o discos inteiros né? Não me julguem por isso, hehe. Se quiser me contar o que tem ouvido ultimamente, fica á vontade! Pretendo não ficar tão desaparecida por aqui. Aulas estão chegando, preciso me organizar (onde esconder a vergonha?). Beijo!
Info:
Imagens: Reprodução
 
UPADATE: Já está sabendo da pesquisa de 2015? Participa e me conta o que tá achando do blog clicando aqui! É muito importante!

Jingle Bells tá de férias!

Hoje é Natal e eu separei alguns dos singles que mais gosto pra compartilhar com vocês. Aproveita pra curtir as músicas enquanto saboreia as gordices dessa mesa linda que tem aí na sala, hmmm!

1: Noel – Hillsong Y&F

2: O Come all ye Faithful – Future of Forestry (amo essa música)

3: Peace has Come – Hillsong Worship

5: Born is the King (It’s Christmas)- Hillsong

Feliz Natal procês! Beijos!

oBserv

Vocês devem saber que eu amo conhecer banda nova, não é? E no domingo, vagando pelo facebook, vi o Duca Tambasco elogiar essa banda. Já fui clicando na fan page, buscando o site oficial pra saber sobre a banda. Eu tenho feito muito isso, é na descrição da banda, ouvindo as músicas, prestando a atenção na letra, que a gente descobre muita coisa. Eu gostei do som, muito por sinal. O som deles tem aquela pegada rock alternativo, indie, e carrega influências outros estilos musicais. Eles iniciaram a banda em 2010 e a história deles é um tanto interessante.
Tá bom de informação, né? Confiram as músicas:

Novidade: Eles lançaram um novo cd dia 1 de outubro e a venda está sendo feita pelo site.
Curtiram? Me contem!